Coronavírus: Museus para visitar online

24/03/2020

Com o início dos casos de Coronavírus no mundo, os museus e casas de arte foram um dos primeiros a serem fechados, principalmente por haver nesses ambientes um grande número de turistas. Pensando em levar a arte até as pessoas, museus do mundo todo disponibilizaram a opção de visitas virtuais. Muitos já ofereciam o serviço antes mesmo do surto de coronavírus. 

Selecionamos algumas dessas iniciativas para você ver durante a quarentena! Confira nossa lista:

Era Virtual

Visando a ampla divulgação e promoção do patrimônio cultural brasileiro, desde 2008 tem sido desenvolvido o projeto ERA VIRTUAL. Sua primeira iniciativa foi a criação de visitações virtuais a museus brasileiros e seus acervos. Na plataforma você pode visitar museus, exposições, patrimônios históricos, além de vídeos e jogos para as crianças.

http://eravirtual.org/ 

Pinacoteca di Brera – Milão

A Pinacoteca nunca tinha fechado suas portas, mesmo durante a 2ª Guerra Mundial, Brera estava aberto e, mesmo sob as bombas, a cidade estava livre e povoada. É possível visitar algumas coleções online.

https://pinacotecabrera.org/collezioni/

Galleria degli Uffizi – Firenze 

A Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios) é o mais famoso museu de Florença e um dos mais famosos e importantes museus do mundo.

https://www.uffizi.it/mostre-virtuali

Museo Archeologico – Atene 

O Museu Arqueológico Nacional de Atenas é o maior museu arqueológico da Grécia e um dos mais importantes do mundo dedicado à arte grega antiga.

https://www.namuseum.gr/en/collections/

Pinacoteca – São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo através da ação #pinadecasa, conteúdos digitais diários estarão disponíveis no site e nas redes sociais para manter a conexão com o público, promovendo informações sobre a coleção e revisitando exposições.

http://pinacoteca.org.br/ 

Museu da Casa de Portinari – Brodowski (SP)

Antiga residência de Candido Portinari, em Brodowski, o Museu Casa de Portinari, é o local onde ele realizou suas experiências com pinturas murais e se aprofundou na técnica ao passar dos anos. No site é possível fazer uma visita virtual com visão 360º.

https://www.museucasadeportinari.org.br/TOUR-VIRTUAL/

Prado – Madrid 

O Museu do Prado (Museo del Prado) é o museu mais conhecido de Madrid e um dos museus de arte mais importantes do mundo.A coleção é baseada principalmente em pinturas dos séculos XVI a XIX. Entre seus quadros, conta com obras-primas de pintores como Velázquez, El Greco, Rubens, Hieronymus Bosch e Goya. No site você tem informações sobre os artistas e suas artes expostas.

https://www.museodelprado.es/en/the-collection/art-works 

Louvre – Paris

Um dos mais famosos e visitados museus de todo o mundo e o maior da França. As infinitas galerias do Louvre podem ser visitadas on-line, com visão 360º

https://www.louvre.fr/en/visites-en-ligne 

British Museum – Londres 

O Museu Britânico (British Museum), fundado em 1753, foi o primeiro museu nacional público do mundo. Nas últimas semanas o site teve um pico de visitas vindas dos países em quarentena. A Coleção on-line permite que os visitantes pesquisem mais de quatro milhões de registros de objetos on-line com acesso a destaques e histórias de cada uma delas.

https://www.britishmuseum.org/collection 

Metropolitan Museum – New York 

Uma seleção dos muitos vídeos, artigos e recursos on-line do The Met. Nas redes sociais você pode seguir o Museu usando a hashtag #MetAnywhere. No site você encontra o #metkids com curiosidades e projetos criativos para famílias em casa.

https://www.metmuseum.org/blogs/now-at-the-met/2020/digital-digest

Museu Nacional da UFRJ – Rio de Janeiro

Consumido por um incêndio em setembro de 2018, o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em parceria com o Google, disponibilizou um tour virtual com imagens capturadas pelo Street View desde 2016. A plataforma oferece ‘visita guiada’ em 360º pelo museu antes do incêndio, com oito exposições e diversas relíquias, como o meteorito de bendegó e Luzia, o fóssil humano mais antigo da história.

https://artsandculture.google.com/project/museu-nacional-brasil?hl=pt 

Google Arts & Culture

Além das páginas de cada instituição, Google Arts & Culture reúne dezenas de museus e galerias ao redor do mundo e permite visitas virtuais em espaços de arte. Com o serviço, o internauta tem a possibilidade de ver obras de renomados artistas e conhecer suas histórias. https://artsandculture.google.com/

Aproveite o passeio!

Quarentena: Como aproveitar os dias de isolamento

24/03/2020

O mundo está em alerta com o novo vírus, e a gente precisa ficar antenado ao que está acontecendo, unir forças para vencer a batalha e combater a transmissão do coronavírus. Para saber mais sobre o assunto, acesse nosso conteúdo no blog por meio do link https://colegioserios.com.br/coronavirus/

Nestes momentos críticos, algumas ações são tomadas para garantir a segurança e a saúde da população – a suspensão de aulas e boa parte das empresas adotarem o formado de trabalho home office. Assim, fazemos atividades diárias de casa. A fim de auxiliar nossas famílias, reunimos dicas e sugestões para colocar em prática e fazer o dia a dia ser mais tranquilo e produtivo.

A grande questão é que não podemos deixar de trabalhar! Com os filhos em casa, pode ser uma tarefa um pouquinho complicada. Alguns procedimentos ajudam nessa missão.

O primeiro passo é definir seu espaço de trabalho. Seja um escritório, uma escrivaninha ou mesmo a mesa de jantar. Deixe claro para seu filho que, quando estiver naquele espaço, estará em horário de trabalho e livre de interrupções. Outro ponto importante é criar uma rotina. Defina horários para o almoço, os intervalos e o horário de começar e terminar o trabalho.

Pensando nas crianças, é fundamental planejar o dia delas. Crie atividades de entretenimento como montar quebra-cabeças, jogos on-line ou não, e incentive a leitura de livros. Assim, estarão se divertindo e aprendendo enquanto você desempenha as funções do trabalho. Mas não esqueça que crianças são crianças. Mesmo com todo planejamento, elas ficarão entediadas, frustradas e quebrarão as regras de tempos em tempos. Por isso, seja paciente.

Pensamos em algumas atividades para desenvolver com os pequenos e ajudar neste período de quarentena.

1. Caça ao tesouro sensorial

A caça ao tesouro pode ficar muito mais divertida de uma forma simples: com objetos sensoriais. Escolha quatro ou cinco texturas diferentes, como liso, áspero, aveludado, macio, rígido, e peça ao pequeno que corra pela casa e encontre objetos com aquelas texturas. Para os maiores, um cronômetro pode deixar a brincadeira mais emocionante.

2. Contação de histórias

Uma dica para aproveitar os momentos em família é a contação de histórias. Pode escolher o livro preferido do seu pequeno, inventar uma, ou até inventarem juntos. Algumas contadoras de histórias também abraçaram essa causa e estão fazendo lives diárias em seus perfis do Instagram. São elas Carol Levy, Camila Genaro, Fafá, Mariene Bigio e Marina Bastos.

3. Stop!

Também conhecido como adedanha ou adedonha, essa brincadeira precisa de, pelo menos, três pessoas para ficar legal. Além de ser um clássico que vai lembrar seus tempos de infância se a turma for animada, várias horas de diversão e aprendizado estão garantidas!

4. Massinha caseira

Brincar de massinha é sempre muito gostoso para os pequenos. Fazer a sua em casa torna a brincadeira ainda melhor. Se quiser, contamos aqui no blogue como fazer massinha caseira.

5. Strike!

Você vai precisar de seis a dez garrafas, rolos de cartolina ou papelão. Uma bola de meia, de tênis ou do bichinho de estimação. E pronto! É só organizar os pinos improvisados, encontrar um lugar para fazer a pista e se divertir!

6. Cabo de guerra em almofadas

Use uma base arredondada e macia, como travesseiros ou almofadas. Depois, é só usar uma corda para brincar de cabo de guerra. Quem sair da base primeiro, perde.

7. Pista de carrinho

Que tal aproveitar o craft da Leiturinha e fazer uma pista superdivertida? É simples: estenda o papel pelo chão da casa e prenda-o com fita adesiva; depois desenhe com giz as ruas da pista. Mas, não pare por aí: pode desenhar cidades, parques, casas etc.

Esta brincadeira também tem uma outra versão que segue o mesmo raciocínio, porém usando a fita adesiva para desenhar a pista direto no chão.

8. Pintura sem sujeira

Isso parece impossível, mas não é. Compre um saquinho que possa ser lacrado (como ziploc, por exemplo). Depois, encha-o com tintas até ⅓ mais ou menos. Lacre e prenda suas laterais com fita adesiva (aconselho passar duas vezes a fita) em uma cartolina ou no chão mesmo. Assim, ao passar os dedinhos pelo lado de fora do saquinho com tinta, seu pequeno faz desenhos incríveis sem bagunça!

9. Telefone sem fio

Mais um clássico das brincadeiras. O telefone sem fio tradicional é feito com duas latinhas vazias e limpas, com um furo no fundo sem a tampa – ambas conectadas por um barbante passado pelo furo. Mas você pode tentar outros materiais também.

10. Encaixe de formas

Desenhe quadrados, triângulos, círculos, retângulos e várias outras formas em uma cartolina, com canetinha, ou no chão, com fita adesiva. Depois, corte papéis coloridos com as mesmas formas de mesmo tamanho e dê para seu pequeno brincar de encaixar!

11. Cabana

Brincar de cabana na sala é muito divertido. Para fugir das cadeiras e daquele monte de cobertores para fazer a cabaninha, use uma caixa de papelão. Ah, você pode usar os cobertores para colocar lá dentro e deixar os pequenos dormirem na cabaninha e, por que não, uma festa do pijama?

12. Cantinho da leitura

O cantinho da leitura é muito parecido com a cabana, mas você precisa montá-la um pouco mais alta para conseguir entrar, além colocar almofadas para seu pequeno encostar enquanto lê.

13. Pintura com água

Para mudar um pouco as brincadeiras de pintar, por que não usar água? Mais uma vez, o papelão como um aliado das brincadeiras. É só separar um pote com água, um pincel e estender um papelão. Os pequenos vão adorar pintar e, depois, ver suas obras sendo absorvidas pelo papelão e gerando uma nova tela! Além de, claro, fazer muito menos bagunça do que a tinta.

14. Jogos on-line educativos

Para aproveitar um pouco os benefícios da internet, alguns sites estão disponibilizando jogos interativos e educativos para as crianças. Segue a sugestão de uma plataforma que, além de entreter, vai auxiliar as crianças a treinar o inglês: https://pbskids.org/

Quer mais opções? Aí vai uma dica bem-legal. O app Apprendendo é uma plataforma que traz atividades e brincadeiras para crianças. Ele está disponível no Google Paly e na Apple Store. É só baixar e se divertir.

Sabemos também que a criançada gosta muito do mundo da televisão, mas é importante selecionar os programas e filmes. Fizemos uma lista de títulos legais para assistir na quarentena.

A Bela e a Fera
A creche do papai
A era do gelo
A fuga das galinhas
A menina que roubava livros
Alice no País das maravilhas
As aventuras de Pi
Avatar
Baby, um porquinho atrapalhado
Cinderela
Lillo e Stich
Marley e eu
Menino maluquinho
Minions
O bom dinossauro
O estranho mundo de Jack
O gigante de ferro
O pequeno príncipe
Operação Big Hero
Os Batutinhas

Alimentação

Agora vamos falar de um tema que é superimportante? Para eles desempenharem todas essas atividades e estarem bem de saúde, é necessário que você fique atenta à alimentação para fortalecer a imunidade das crianças. Algumas medidas certamente farão toda a diferença.

  1. Amamentação

Se você tem um bebê em casa, e ele ainda está sendo amamentado, o ideal, segundo a OMS, é que os pequenos se alimentem exclusivamente do leite materno até os seis meses. Depois disso, vem a introdução alimentar, mas ainda é recomendado que as crianças continuem mamando até os dois anos mais ou menos. Pelo leite, as mamães passam aos pequenos os anticorpos que elas já adquiriram ao longo da vida. Assim, ficam mais seguros diante de vários vírus e bactérias.

  1. Água

Manter-se hidratado é sempre importante. A água traz diversos benefícios para a saúde; entre eles, para o sistema imunológico, e funciona como se fizesse uma “faxina” das toxinas no corpo. Então já sabe: beber muita água!

  1. Frutas cítricas

Elas geralmente são ricas em vitamina C e atuam como antioxidante, o que pode evitar gripes e resfriados, além de diversos outros benefícios para a saúde. Laranja, manga, abacaxi, morango, kiwi, goiaba, mamão, groselha, acerola, maracujá, limão são frutas deliciosas e que desempenham muito bem esse papel!

  1. Vegetais verde escuros

Brócolis, rúcula, agrião, couve e todos os outros vegetais com essa coloração têm grande quantidade de ácido fólico e vitamina B9. Eles ajudam na formação e no fortalecimento dos glóbulos brancos, que são responsáveis pelo sistema de defesa do corpo humano.

  1. Sementes

Aqui falamos de dois tipos de semente: oleaginosas e leguminosas. Em ambos, estão inclusos nozes, amêndoas, chia, linhaça, castanha de caju e do pará, feijão, vagem, grão de bico, lentilha e ervilha. Todos têm bastante selênio, zinco, vitamina E e ácidos graxos, compostos que fortalecem o sistema imunológico.

  1. Alimentos probióticos

Estes são alimentos ricos em organismos vivos, o que ajuda a equilibrar as bactérias do intestino. Assim, fortalecem a imunidade e auxiliam na absorção de vitaminas.

  1. Tomate

O tomate é um conhecido protetor do coração, pois é rico em licopeno. Ao combater os radicais livres, ajuda no fortalecimento da imunidade.

  1. Raízes

Inhame e gengibre são raízes muito benéficas para o sistema imunológico. Fortalecem as defesas do nosso corpo, além de eliminar toxinas. São superfáceis de misturar em sucos e vitaminas; ficam ainda mais gostosos!

Com essas dicas, e trabalhando juntos, temos a certeza de que estes dias passarão muito rápido e, em breve, voltaremos à rotina. Vale lembrar que o importante agora é cada um fazer a sua parte e, assim garantirmos a saúde e o bem-estar comum. Fique ligada em nosso blogue e acompanhe as notícias e sugestões em nossas redes sociais.

Fontes

https://leiturinha.com.br/

http://espacodeleitura.labedu.org.br/

 

Coronavírus

18/03/2020

Escolas sem aulas, eventos cancelados e home office estão entre as medidas adotadas em todo o Brasil para enfrentar uma semana em que especialistas preveem um aumento nos casos de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Essas medidas estão sendo tomadas para que, evitando a circulação de pessoas, a curva de aumento de casos não tenha um pico tão íngreme e exista um controle maior pelo sistema de saúde dos doentes graves.

No Brasil, os números mostram que o país está distante de ter um número de leitos de UTI suficiente. De acordo com a Amib (Associação de Medicina Intensiva Brasileira), antes da infecção chegar ao país, a taxa de ocupação de UTIs para adultos no SUS chegava a 95%. O país tem atualmente 28 mil leitos de UTI habilitados para o SUS (Sistema Único de Saúde).

Uma boa regra que os epidemiologistas aprenderam nessa crise é a do 80/15/5. 80% das pessoas se infectarão quase sem perceber. Neste caso, a doença será tão leve que não darão mais atenção além de um ocasional paracetamol. 15% pode sofrer pneumonia e precisará de tratamento. E o 5% restante precisará ficar na unidade de tratamento intensivo (UTI) de seu hospital. 80/15/5 é o ponto para entender as medidas que o Governo está tomando. 

O problema é: no Distrito Federal a população temos um pouco mais do que  3 milhões de  pessoas, se 20% delas forem infectadas (600 mil), e delas 5% precisarem de UTI, seriam 30.000 leitos. Imaginaram o caos para o sistema de saúde?

Veja o gráfico abaixo com os possíveis cenários para a gripe:

Fonte: Folha de São Paulo

Vamos aos conceitos?

Hoje, a doença já é considerada uma pandemia, saiba a diferença entre surto, epidemia e pandemia:

Surto
É quando há o aumento repentino dos números de uma doença em uma região específica.

Epidemia
É caracterizada quando há o aumento de surtos em diversas regiões.

Pandemia
Não se caracteriza pela gravidade da doença que ela causa. O principal fator é o geográfico. Segundo a OMS, uma pandemia é a disseminação mundial de uma nova doença. O termo é utilizado quando uma epidemia – grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes com transmissão sustentada de pessoa para pessoa.

O que é transmissão local, comunitária ou sustentada do coronavírus?

Transmissão local: São casos de pessoas que se infectaram com Covid-19, não estiveram em nenhum país com registro da doença, mas tiveram contato com outro paciente infectado, que trouxe o vírus de fora do país. Há casos assim no Brasil.
Transmissão sustentada ou comunitária: São casos de transmissão do vírus entre a população – um paciente infectado que não esteve nos países com registro da doença transmite a doença para outra pessoa, que também não viajou.

O que é o Coronavírus?

É uma família de vírus que causa síndromes respiratórias, como resfriado e pneumonia. Essa nova doença tem origem ainda incerta, mas o mais provável é que o vírus tenha vindo de animais vendidos no mercado central de Wuhan, metrópole chinesa onde o vírus foi descoberto, em dezembro de 2019.

Quais são os sintomas?

Além dos sintomas típicos da gripe – como febre, tosse, dor muscular e cansaço –, o coronavírus pode afetar o sistema respiratório da vítima, causando pneumonia e podendo matar. As pessoas mais suscetíveis às consequências graves do vírus são crianças, idosos e pessoas com problemas cardiovasculares.

Como é a transmissão?

O coronavírus é transmitido da mesma forma que uma gripe comum. Isso significa que a doença é transmitida pelo contato com secreções de pessoas contaminadas: gotículas de saliva, espirro, tosse, toque ou aperto de mão seguido de contato com boca, nariz e olhos.

Fonte: O Globo

Como se prevenir?

  1. Lavar as mãos a cada 3 horas e antes de ingerir alimentos
  2. Álcool em gel como forma complementar de higienização
  3. Tapar a boca na parte interna do braço ao espirrar e tossir
  4. Não tocar os olhos, boca e nariz se as mãos não estiverem lavadas
  5. Não compartilhe copos, pratos, talheres, toalhas e objetos de uso pessoal
  6. Evite multidões e aglomerações. Só saia de casa se muito necessário

É recomendado manter as unhas mais curtas e reduzir o uso de adornos, como anéis e pulseiras, ajuda a manter as mãos limpas por mais tempo. Quando o esmalte começa a sair é bom retirá-lo por completo, porque o craquelado vira ambiente acolhedor para microorganismos. Evite também unhas postiças e de gel.

Estou com sintomas, o que posso fazer?

A recomendação é que as pessoas infectadas fiquem isoladas e permaneçam em observação. Elas devem ficar em repouso e se hidratar. Além disso, é recomendável se medicar com analgésicos para aliviar os sintomas.

O Ministério da Saúde disponibiliza gratuitamente o aplicativo Coronavírus-SUS para celulares Android e iOS, que traz instruções de como proceder e entrar em contato com a unidade pública de saúde mais próxima.

Como funciona o diagnóstico?

Fonte: G1

O Ministério da Saúde atualiza as informações sobre a pandemia no site https://coronavirus.saude.gov.br/ Cuidado com as informações recebidas nesse período, procure em fontes seguras e siga as orientações para a prevenção!

 

Publicação feita 19/03.

Algumas informações podem se alterar, uma vez que a todo momento há uma nova descoberta sobre o assunto.

Fontes:

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/03/11/O-caminho-para-desenvolver-uma-vacina-contra-o-coronav%C3%ADrus

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/01/29/Por-que-o-clima-no-Brasil-dificulta-a-transmiss%C3%A3o-do-coronav%C3%ADrus

https://www.bbc.com/portuguese/geral-51842518

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/grafico-mostra-a-importancia-de-desacelerar-a-disseminacao-do-coronavirus.shtml?utm_source=twitter&utm_medium=social&utm_campaign=twfolha

https://www.dw.com/pt-br/opini%C3%A3o-o-coronav%C3%ADrus-e-a-arte-do-poss%C3%ADvel/a-52794636

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/03/15/Novo-coronav%C3%ADrus-quando-um-pa%C3%ADs-%C3%A9-incentivado-a-parar?utm_medium=Social&utm_campaign=Echobox&utm_source=Twitter#Echobox=1584329113

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2020/03/06/Quais-s%C3%A3o-os-n%C3%ADveis-de-transmiss%C3%A3o-do-novo-coronav%C3%ADrus

https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/02/27/coronavirus-veja-perguntas-e-respostas.ghtml

https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus-servico/guia-visual-do-coronavirus-tire-suas-duvidas-saiba-como-prevenir-24290668

https://www.bbc.com/portuguese/geral-51742667

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51718755

https://piaui.folha.uol.com.br/o-ritmo-da-pandemia/